Bares e BoatesGastronomia e RestaurantesCinemaShowsPasseios e DiversõesTeatro e CulturaNotíciasNegócios e OportunidadesArtigos e Colunas


Loading


OUTRAS NOTÍCIAS
Pré-Bienal é sucesso de publico com a exposição “do lápis de Di ao festim das barrancas”

Anime Jungle Party terá sua primeira edição de 2012

Mais uma edição de Pacha Fetish em Manaus no sábado de aleluia

Lucas Silveira traz projeto Visconde para Manaus

Festa Favela Chic traz Sky Blu do LMFAO a Manaus

Mais Notícias...

SESI realiza curso de libras na Carrier


29/4/2011



Adaptar as condições de trabalho para as pessoas com deficiências físicas é uma das metas da empresa Carrier, que hoje possui cerca de 600 funcionários, dos quais nove são portadores de algum tipo de disfunção auditiva, visual ou locomotora. A técnica em meio ambiente e segurança da empresa, Celina Souza, ressalta o cuidado da Carrier em atender as exigências do mercado de trabalho sobre a contratação de trabalhadores especiais.

De acordo com a técnica, a indústria deve se preparar para atender esse público de trabalhadores de forma adequada. Neste mês, a Carrier contratou dois colaboradores com dificuldades de audição e para melhorar a comunicação e promover a inclusão social dos novos trabalhadores, buscou o Serviço Social da Indústria (SESI Amazonas) para realizar in loco o curso de Introdução à língua brasileira de sinais - Libras.

“A capacitação na linguagem dos surdos é importante para a promoção da inclusão social desses trabalhadores que já fazem parte de nosso quadro de funcionários. Esses profissionais tornam-se mais felizes e produtivos ao perceber que podem se expressar e que estão sendo entendidos. A partir do conhecimento em libras, as atividades dos deficientes auditivos na Carrier passam a ser similares aos dos demais, pois a comunicação e compreensão são igualmente identificadas por todos”, comenta Celina.

O SESI ofereceu o aprendizado da linguagem de sinais dentro da empresa, recebendo mais de 60 inscrições de todos os setores e departamentos da Carrier. Nesta semana foi concluída a segunda turma do curso de Libras, com duração de 30 horas, ministrado pela instrutora do SESI e pós-graduada em libras, Claudiene Mamed.

O curso foi gratuito com a proposta de proporcionar a reflexão da prática da inclusão em diferentes contextos como no trabalho, lazer, escola e família. “A disseminação desta forma de comunicação utilizada pelos deficientes auditivos quebram barreiras que existem na sociedade quanto ao preconceito com a comunidade surda, além de estimular o sentimento de solidariedade para com as pessoas com necessidades especiais”, diz Mamed.

Para a operadora de produção, Maria Auxiliadora Pereira, o conhecimento adquirido com a instrutora do SESI foi além do esperado e trouxe resultados positivos não só no ambiente de trabalho, mas também no seu convívio familiar. Auxiliadora é casada há quatro anos com Hilton Ney, deficiente auditivo. Segundo a operadora, a comunicação se ampliou entre o casal, o que deu a oportunidade de ensinar novas palavras que aprendeu durante as aulas de libras ao marido.

Auxiliadora relembra a última entrevista de emprego do marido em que ela o acompanhou, pois a empresa que o contratou não tinha profissional que pudesse se comunicar com ele. A operadora disse que Hilton trabalha na indústria amazonense há cerca de 10 anos, porém sempre reclamou da falta de comunicação com os demais colegas de trabalho.

“Eles vivem isolados, num mundo sem barulho, e isso os deixam excluídos. Com o incentivo das empresas e do SESI na propagação da linguagem de sinais, vamos aproximar os surdos à sociedade em geral, deixando-os cada vez mais ambientados e independentes”, avalia Mª Auxiliadora.

No encerramento do curso de Libras, os alunos apresentaram músicas com interpretação das letras e dos sinais, simultaneamente. O professor universitário da disciplina Libras, Marlon Jorge Azedo, foi o convidado especial do encerramento do curso. De acordo com Marlon, que também é deficiente auditivo, Manaus possui cerca de quatro mil surdos e muitos já estão empregados no Distrito Industrial.

“O curso de Libras proporciona a acessibilidade dos surdos no dia a dia com os demais cidadãos. A iniciativa do SESI é fabulosa, pois contribui socialmente com a interação dos deficientes auditivos, facilitando a integração da sociedade com os surdos, seja na igreja, no trabalho, nas praças, nos centros de compras, onde quer que exista um que precise de apoio e amigos”, diz Marlon.

Segundo a pedagoga do Núcleo Integrado de Educação Continuada do SESI, Joana Gonçalves, a instituição irá divulgar nova programação para comunidade em maio e será contemplado o curso de Libras, com carga horária de 32 h, que serão ministradas aos sábados, no decorrer de dois meses. As aulas serão realizadas no Centro Integrado do Trabalhador Dolores Garcia, localizado na rua Vivaldo Lima, 361, Alvorada 1. Mais informações sobre inscrição e investimento pelo telefone 3239-1101 ou 3238-9706.

Fonte:

Comente sobre "SESI realiza curso de libras na Carrier"


No Manausmais.com.br, você pode comentar também a partir das redes sociais mais populares. Você só precisa logar-se na rede de sua preferência. Todos os comentários serão moderados pelo Manausmais.com.br
Enviar para um amigo
   
Envie para Amigo
   












Siga o Manaus Mais no Twitter!





NOITE | GASTRONOMIA | CINEMA | SHOWS | TEATRO & CULTURA | PASSEIOS & DIVERSÕES | SERVIÇOS

Sobre o Guia | Publicidade | Fale Conosco

© Copyright Manaus Mais 2006. Todos os diretos reservados.

Design + Desenvolvimento